Pedrinha

Há dias que a gente se sente, como já dizia o Ultraje a Rigor: inútil.

Hoje foi um desses dias. No final do expediente tudo me pareceu grande demais: o sofrimento das pessoas, a complexidade dos problemas, minhas dificuldades em formular meus pensamentos no dialeto do Brejo de Baixo… Tudo parecia um emaranhado sem ponta e cheio de nós cegos.

Algumas coisas me ajudaram e sacudir, levantar a poeira e dar a volta por cima. Uns pitacos de amigos no feicibuqui, a coisa mais maravilhosa que é chegar em casa e desfrutar da companhia dos meus entes, saber que lutar com moinhos de vento é melhor que enfrentar monstros verdadeiros.

É bom viver num país onde se diz que colocando a sua pedrinha coisas das mais impressionantes podem acontecer.

Anúncios
Esse post foi publicado em Trampo e marcado , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Pedrinha

  1. Mariana disse:

    tenho que arranjar uma britadeira para quebrar a minha pedra em pedrinhas, tá difícil de carregar 😦

  2. Jaboticaba Breijeira disse:

    YodAlice, você teve um dia “galinha-sem-cabeça”… eu tenho semanas inteiras! hehehehe! Hoje é sexta! x x x x x

    Samuca

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s