ISO e aquilo

A auditora do ISO baixou no trampo hoje. Muito engraçado esse povo. Ela, é claro, conhecia todos os esquemas e processos ipisis litteris, e vai me entrevistar como se não soubesse de nada. Muito estranho…

De repente ela disse: “Você está querendo dizer que você no cotidiano do seu trabalho abre mão da sua posição de saber e poder frente aos paciente e também aos seus colegas?” Eu abano a cabecinha. “E você rói os ossos duros, é a última responsável nos casos insolúveis e ainda responde pelas calamidades?” Cabecinha abana sim de novo.

“Então me explique, o que a faz continuar com esse tipo de trabalho?”

Minha senhora, uma certa dose de masoquismo, a infindável crença na capacidade de escolha do SERUMANO, meus salário no final do mês e, last but not least, a maquininha de Nespresso própria em cima da mesa do consultório!

(Não necessariamente nessa ordem!)

Anúncios
Esse post foi publicado em Trampo e marcado , , . Guardar link permanente.

3 respostas para ISO e aquilo

  1. Marcia disse:

    hahaha, boa! Mas essas holandesinhas meio antas me tiravam do sério…

  2. Botica disse:

    Ô Doutora, essa coisa de vestir a camisa, a calcinha & sutiã na sua profissão não é lá muito normal aqui não, principalmente quando você trabalha para outrém… e vou além e avante: as vezes é mal-vista 😉

    Você vai ganhar o ISO ou não vai? Se for, dá uma festa A-Lição ISO 10928

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s