Perfeito

Ele tem um centímetro e meio e nasceu no meu jardim.

Não foi plantado nem semeado por mim nessa primavera, talvez eu tenha plantado um ex-vasinho por lá em primaveras passadas…

Ele resistiu às agruras do inverno da Sapolândia e hoje estava lá, pequenininho, mas muito altivo.

Hoje entendi o nome dessa florzinha. Uma metáfora nasceu no meu jardim.

Anúncios
Esse post foi publicado em Filosofia de cordel e marcado , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Perfeito

  1. Ana Paula Waaijenberg-Leitao disse:

    Chega uma hora que as violetas explodem e jogam sementinhas pelo jardim todo. Dah pra ouvi-las explodindo. Ano passado recolhi as flores mais “gravidas” e deixei secar num potinho. Assim pude replanta-las e nao nasceram entre as lajotas do jardim 🙂

  2. Botica disse:

    Ah são o que eles chamam de tweejarige. Miosótis e as violetinhas. No fim da primavera eles soltam as sementinhas! Eu tenho um tanto aqui e adoro essas pequenas surpresas. Curta essa lição da natureza: se o corpo funciona a vida habita!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s