Sem bater

Quando a gente acha que TODA a carga pesada já chegou e que a tendência agora é melhorar cai outra bomba.

No primeiro dia do último ano da escola básica, depois de ter que ver sua amiga do peito enfrentar o início do tratamento e deixá-la carequinha na Terra Brasilis, escutar que a professora que a turma esperava não dará aulas nesse ano escolar por estar com câncer de mama.

Estou cansada de tanto câncer, e o filho não merece essa carga pesada.

Parei de brincar.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado , , , . Guardar link permanente.

3 respostas para Sem bater

  1. Marcia disse:

    Nem me fale, fiquei sabendo que um amigo hoje tambem luta contra isso…

  2. Lucia Xavier disse:

    Alicilda, por favor não pare de brincar. Se vc parar, muitos de nós também pararemos. Enquanto há luta, há esperança. Sua amiga na Terra Brasilis já ganhou duas batalhas, assim, está cada dia um pouco mais perto da linha de chegada!!!!!

    Marcia, força para seu amigo!!!!!!

    Quando nada, mirem-se no exemplo da pequena Lili que entre os 3 meses e os 3 anos lutou e massacrou dois retinoblastomas!!!!!!!

  3. Nancy Niemeyer disse:

    … caí em silêncio profundo ….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s