Rios

Hoje me lembrei do meu primeiro ano de Yolanda.

Minhas lágrimas não alagaram esse brejo não sei como! Nos primeiros 6 meses eu chorava toda noite. No segundo semestre, só dia sim dia não.

Passou. Tudo é passageiro. Menos o trocador e o motorista.

Anúncios
Esse post foi publicado em Giramundo e marcado , , . Guardar link permanente.

3 respostas para Rios

  1. Marcia disse:

    Hahaha, gostei da filosofia!

  2. rachel Kux disse:

    Gostei da filosofia e do texto!

  3. Lucia Xavier disse:

    Profundo e ao mesmo tempo superficial a sua filosofia!!!! O trocador já ficou passageiro também, pois no Brejo de Baixo, deixou de existir…….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s