Oásis no deserto da dor

Ontem tive que encarar o chato e hoje, como é de praxe nas sextas-feiras, a galera resolve que é hora de suicidar. Junta o fim de ano com a sexta então e o bicho pega…

E eu, a senhora especialista em salvar o serumano insalvável, tenho que conversar com os moribundos por própria escolha e algumas vezes encontrar soluções mirabolantes para atravessar o buraco negro do fim de semana, quando o serviço fecha.

Coisa mais nojenta do mundo é ligar para os locais que existem com esse fim e ter que mendigar, implorar e rastejar para que eles executem a função para a qual eles existem.

Que venha 2012. Suquinho Jim Jones prá galera DUMAL!!! (Revoltei).

Anúncios
Esse post foi publicado em Trampo e marcado , , . Guardar link permanente.

3 respostas para Oásis no deserto da dor

  1. Jaboticaba disse:

    Que é que eu posso dizer numa hora dessas? Quando o meu banco de dados comete suicídio, eu baixo um backup. Pra vc não rola…

  2. Lucia Xavier disse:

    Isso não são os chamados “ossos do oríficio”?????

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s