Top gear – episódio I

Lembrei o pitacus interrompidus pelo tal do passarinho notúrnico!

Queria contar minha saga automobilística no Brejo de Baixo. Tudo começou com o Henk. Meu professor de auto-escola com pinta de bandido. Toda vez que ele tocava a campainha marido tinha um infarto agudo do miocárdio. Tirei carteira de novo, de primeira! O meliante ensinava bem a vigiar as bicicletas e bondes (diferenças fundamentais entre o trânsito sapolândico e o tupiniquínico).

Aí compramos o Bregablauw. Era uma perua Escort que o ex-dono pintara de azul Lamborghini. Não bastando isso, o camarada implantou um aerofole no referido veículo automotor. Resultado: se alguém estava nervoso no trânsito, esse alguém brigava com seja lá que fosse que estivesse no carro azul berrante com aerofole ridículo! Uma vez um caminhoneiro alemão quase bateu no Marido. Fomos salvos pelos olhinhos do filho, então com uns 3 anos…

Em outro episódio de Top Gear pitacarei sobre a compra propriamente dita e sobre meu pioneirismo no campo da navegação por GPS.

Esse post foi publicado em Coisas&Trens e marcado , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Top gear – episódio I

  1. Koki disse:

    Oi, cheguei no teu blog atraves da PT na Holanda, coincidencias…estou na mesma luta….acabei gostando da sua maneira de escrever…voltarei mais vezes. Bom fim de semana. Koki

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s