Quem quer dinheiro?

Hoje conversamos muito sobre família, ciúme, generosidade, herança, disputas e desentendimentos.

Quando meus avós morreram não houve muito problema entre os irmão, nem do meu lado materno nem do paterno.

Teve uma pequena discussão na hora do sorteio dos lotes de jóias do vovô (lado do pai). Nós, os netos, estávamos brincando na sala ao lado. Com o bate boca a brincadeira parou e meu primo levantou-se e lascou de forma quixotesca a memorável frase: “A cobiça subiu-lhes à cabeça!”

Acabamos de receber uma herança de alguém com quem nem laços de sangue temos…

Espero não cobiçar nada quando chegar a hora.

E espero também que a amiga-quase-irmã, que parou em Marraqueche, volte a escrever

Esse post foi publicado em Filosofia de cordel e marcado , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Quem quer dinheiro?

  1. Luciana Salomé disse:

    Comadre !!
    Eu também espero não estar nessa de cobiça !! Principalmente quando a herança vem depois de perder pessoas queridas, nada vai substituir a falta que faz, né ?
    Dinheiro até que ajuda a resolver umas coisas, mas dependendo de como vem, é melhor que nem venha !!
    Espero que Daniel tenha gostado do presente !! Um beijo em todos, Luciana Salomé

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s