Pé e mão

O povo que emigra tece altas considerações sobre o que faz falta…

Não perceber que as crianças crescem é bom. Isso quer dizer que a gente pode encontrar com elas todos os dias. Isso me faz uma falta danada. Sinto falta dos filhos dos meus irmãos e dos meus amigos. Criança que a gente vê quase todos os dias a gente não vê crescer, a gente cresce junto com ela.

Dos adultos tenho saudades, mas não é uma falta fundamental quanto essa de perder as fases das crianças.

E sinto falta de fazer pé e mão toda semana!

Anúncios
Esse post foi publicado em Filosofia de cordel e marcado , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Pé e mão

  1. Lucia Xavier disse:

    Eu também!!!!!

  2. Beth Blue disse:

    È que elas crescem muito rápido…a gente mal pisca e lá se foram eles…Nossos curumins jã estão todos adolescentes, viajando sozinhos e tudo mais. Incrível.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s