Sono

O filho telefonou hoje meio macambúzio.  Queixando mal estar e dor de cabeça.

Mais do que depressa a pergunta certeira de mãe: “Que horas você tem dormido, meu filho?”

Em Pindorama as pessoas não são de opinião que crianças devem dormir. Aqui no Brejo de Baixo, sim. Minha tese é que essa é a razão epigenética da relação vara-pau x gabiru.

Esse post foi publicado em Filosofia de cordel e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s