Angústia

Tive que ler o livro “Angústia” para o meu vestibular nos idos de 1984. Há 28 atrás.

Ontem comprei 3 oclinhos (gosto desse diminutivo/plural errado, desse e de lampinhas) de ler. Vou deixar um em cada bolsa (uso duas mais freqüentemente) e outro no trabalho. Sim amigos pitacoleitores, eu estou ficando velha…

Fico muito embasbacada com pessoas tão idosas quanto eu que ainda pensam que pequenas mexidas na nossa vida são capazes de nos desviar das angústias inenarráveis do existir e parar de existir.

Um outro livro do meu vestibular de outrora foi “A Lua vem da Ásia”, nele Campos de Carvalho dizia: “As flores têm o perfume que a terra lhes dá sem ser perfumada. Assim,também nós devemos dar a nossos atos aquilo que não trazemos em nós mas de que somos realmente capazes, e que não morrerá com a nossa morte.”

Não, meus companheiros de pitaco, eu definitivamente não tenho muitos altos e baixos. Eu habito o baixo e ainda assim insisto em ser feliz.

(Acabei de assistir o filme BIUTIFUL, se vc ainda não viu, veja. Chore e seja feliz.)

Esse post foi publicado em Filosofia de cordel e marcado , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Angústia

  1. Ton Cassiano disse:

    Sinhá doutora, fui ao oftalmo ontem (antigamente era o oculista, né?). Ele constatou que minha visão para longe (operei há 7 anos) está ótima, mas que a pra perto precisa de ajuda. Daqui a pouco eu entro pro time dos que carregam oclinhos pra lá e pra cá, pois pra ler rótulo de lata de tomate é de lascar…Beijo grandão do Planalto Central. O cerradão está secando…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s