Arquivo da categoria: Filosofia de cordel

Avulsa

Hoje foi o dia do almoço de Natal de um dos meus trabalhos. Na semana passada teve a festa de Natal do outro trabalho. Nessas ocasiões eu me sinto bem solitária. E hoje ainda comi mais do que devia. E … Continuar lendo

Publicado em Filosofia de cordel | Marcado com , , | 1 Comentário

Serendipity

Essa palavrinha não existe até onde eu sei em português. Ela significa uma feliz coincidência. Elas têm acontecido uma atrás da outra esses dias. Os amigos novos do filho moram perto da nossa casa velha nova. A dona da galeria … Continuar lendo

Publicado em Filosofia de cordel | Marcado com , , | 1 Comentário

8 ou 80

Na primeira manhã esportiva do filho, nos idos de 2004, ainda na escola fundamental, eu me escandalizei com o fato de que não haviam vencedores. Aqui no Brejo de Baixo todo mundo ganha as batatas! Diziam eles que ninguém pode … Continuar lendo

Publicado em Filosofia de cordel | Marcado com , , | Deixe um comentário

Estrelas

Minha grande amiga fez aniversário ontem. Minha grande irmã faz aniversário hoje. Minha outra amiga e co-mãe do filho teve alta do hospital. Pessoas muito queridas. Mulheres extremamente diferentes, diametralmente distantes umas das outras como que  cada uma seja a … Continuar lendo

Publicado em Filosofia de cordel | Marcado com , , | Deixe um comentário

Afspraak

Essa palavra a gente ouve aqui no Brejo de Baixo muito freqüentemente. Significa appointment, compromisso, combinação. Em língua pataxó a gente nem usa essas palavras! A gente marca uma consulta com médicos e dentistas e o resto acontece quase que … Continuar lendo

Publicado em Filosofia de cordel | Marcado com , , | 2 Comentários

Classe

Sumi um pouquinho. A culpa não foi de nenhuma intempérie emocional, nem lotação do ALLice Inclusive. É por causa dos Jogos Olímpicos. Assim como minha mãe e meus irmãos eu ADORO. Assisto tudo o que posso. O Brasil ganhou medalhinhas … Continuar lendo

Publicado em Filosofia de cordel | Marcado com , , | Deixe um comentário

Subaco

Há seis pitacos atrás eu dizia da coisa maravilhosa que é fazer pé e mão. Hoje fiz. E depilação! Gente que sai de Sambalândia e perde esses hábitos queratínicos se esquece de certos detalhes fundamentais… Eu ainda uso o clássico … Continuar lendo

Publicado em Filosofia de cordel | Marcado com , , | 3 Comentários

Human nature

Eu e marido fomos na videolocadora e pegamos uma pilha de filmes pesados e tristes… Eu insisti muito e alugamos uma comédia, mas esse filme era avançado no alfabeto (bem depois do B!). Hoje vimos Precious. Preciso contar que eu … Continuar lendo

Publicado em Filosofia de cordel | Marcado com , , | 2 Comentários

Angústia

Tive que ler o livro “Angústia” para o meu vestibular nos idos de 1984. Há 28 atrás. Ontem comprei 3 oclinhos (gosto desse diminutivo/plural errado, desse e de lampinhas) de ler. Vou deixar um em cada bolsa (uso duas mais … Continuar lendo

Publicado em Filosofia de cordel | Marcado com , , | 1 Comentário

Sono

O filho telefonou hoje meio macambúzio.  Queixando mal estar e dor de cabeça. Mais do que depressa a pergunta certeira de mãe: “Que horas você tem dormido, meu filho?” Em Pindorama as pessoas não são de opinião que crianças devem … Continuar lendo

Publicado em Filosofia de cordel | Marcado com , , | Deixe um comentário